terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Pedagogo dar Aulas de Educação Física: será que pode?

      Começo este artigo com um questionamento: pode o professor Pedagogo ministrar aulas de Educação Física? Considerando que na Matriz Curricular dos Cursos de Pedagogia não tem esta disciplina, o que tem é Recreação de Jogos e para bom entendedor, não é a mesma coisa.  Considerando também que a Educação Física requer conhecimentos específicos do corpo humano (na Matriz Curricular tem a disciplina Anatomia, por exemplo), porque a atividade física mexe com todo o corpo, então, saber como o coração funciona, por exemplo, é uma necessidade. E considerando vários outros fatores, que a meu ver, são extremamente importantes para a formação do aluno, eu respondo a pergunta acima e não se assustem.
      Conforme a Resolução CNE/CEB n.07 14/12/2010 a resposta é SIM. Isso mesmo, o professor habilitado em Pedagogia (Educação Infantil e Anos Iniciais) pode sim ministrar aulas de Educação Física. 

Art. 31 Do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, os componentes curriculares Educação Física e Arte poderão estar a cargo do professor de referência da turma, aquele com o qual os alunos permanecem a maior parte do período escolar, ou de professores licenciados nos respectivos componentes.

      Há um tempo atrás, os professores das Séries Iniciais (precisa lembrar que é nomenclatura da época?) davam aula de tudo: Português, Matemática, Inglês, Latin, Geografia e tudo o mais. Era necessário ter apenas o Magistério (Ensino Médio). Bom, veio a LDB 9394/96 e disse que "todos os professores devem ter o nível superior". Que bom, sinal de crescimento. Porém, o Poder Público ainda não dá conta de formar tanta gente. Mas isso é outra discussão. 
      O que considero estranho nesta Resolução é o fato de não considerar as especificidades da Educação Física. Como um professor irá ministrar aulas de Educação Física sem a formação adequada para tal? Vejo isto como um retrocesso. E o mais interessante é que esta Resolução diz que a partir do 6º Ano é obrigatório que a Educação Física seja oferecida por um profissional habilitado na área. Isso demonstra o descaso com as crianças da Educação Infantil e Fundamental I. 

      Trabalhei durante 4 anos em uma Escola de Educação Infantil (atualmente estou de licença para o Mestrado) e vi bem a diferença entre uma professora de Educação Física e a professora regente da sala. Não é uma questão de melhor ou pior, o fato é que a professora de Educação Física, que estudou para isso, que conhece as especificidades físicas e motoras de uma criança, conduz a aula de forma adequada. A professora regente irá trabalhar a Recreação, conforme estudou na graduação, de forma também adequada. Então, por que vem esta Resolução e muda tudo isso? Faltam professores? Falta formação? Falta o que?  Não importa o que falta, a criança não pode pagar o preço pelo descaso. E nem os professores.  Este é o correto. Recreação não é Educação Física.
      Eu assinei a Petição em Defesa da Educação Física nas Escolas,    exigindo a mudança desta Resolução, completamente arbitrária. Se você também está inconformado com isso acesse o link e assine também. Se você ainda tem alguma dúvida, procure ler mais sobre o assunto, mas não deixe de refletir sobre isso. Nossa participação não pode ser a de meros espectadores, é preciso tomar partido.

Link da Petição Pública, acesse para ASSINAR:
 
Link da Resolução:
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=7246&Itemid=

2 comentários:

  1. Realmente, não entendo onde vamos chegar,pois só recebemos ordens ou seja função que não estamos preparados.Sou professora e ministrando as aulas de educação física cair e quebrei uma vértebra da coluna tenho que ficar 90 dias no leito não sei se vou poder andar,será que temos algum direito?eu estou procurando meus direitos porque já que tirou o professor de E.física deveria tirar essa disciplina ou dar um curso básico pois não estamos preparados eu não sei alongamento nem para mim, é um absurdo!o salário é uma maravilha! o melhor é que será que para certos profissionais chegarem onde estão e com salários melhores não passou por um professor?é um ABSURDO o quanto um professor é desvalorizado e acima de tudo ainda tem que trabalhar função que não estamos preparados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você, professora, é a prova de tudo o que eu falei na postagem. O descaso é total com os professores e com as crianças. Não devemos aceitar isso. Beijos e obrigada por comentar.

      Excluir

Comenta vai? Contribua com este Blog. Desde já obrigada!!!