Páginas

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Faça valer à pena!


Mais um ano indo, outro chegando e o desejo de que este novo ano seja muito melhor do que o velho ano. 2011 para mim valeu muito à pena porque consegui realizar alguns sonhos. Entrar no Mestrado foi um deles. Em apenas 1 ano no mestrado aprendi coisas que levarei para o resto da vida. Cresci muito e descobri que, por mais que a gente ache que sabe muita coisa, sempre temos muito mais para aprender. E é isso que nos move. Tem um comercial que achei bem interessante que fala mais ou menos assim: "não são as respostas que movem o mundo, mas sim as perguntas". É verdade. São as perguntas que nos movem. Outro sonho realizado foi meu envolvimento no Movimento Surdo. Este ano realmente arregacei as mangas e fui à luta. Conseguimos, entre outras coisas, estruturar nossa Associação (APPIS) e colaborar com a Associação dos Surdos de Porto Velho (ASPVH). Com isso, muita coisa já melhorou para os Surdos e os professores dos Surdos, mas ainda falta muita coisa para melhorar e 2012 será um ano decisivo para nossa causa. Não gosto de dar receitas, mas compartilhar algumas coisas que acredito. Uma dessas coisas é que devemos acreditar em nossa capacidade, Deus nos habilita para muitas coisas, precisamos apenas nos permitir ousar para ir em frente. Em 2012 ouse, abuse, siga seus sonhos. Feliz Ano Novo. Bem-Vindo 2012!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal Abençoado a Todos! Viva Jesus!

Já é Natal, o ano passou tão rápido, tantas coisas aconteceram, mudanças ocorreram. Chegamos a mais um fim de ano, graças à Deus por esta graça. Natal é tempo de refletir, mas refletir o que? Bom, eu penso que devemos refletir principalmente sobre aquilo que não foi bom, aquilo que nos marcou, que nos inquietou e de certa forma, coisas que aconteceram e que não gostamos muito. Tenho uma certeza, tudo o que nos aconteceu teve um propósito. Nada é por acaso. Apesar de termos o livre arbítrio, de termos o poder de decidir que caminho seguir, tudo o que nos acontece é consequência de nossas ações. Gosto muito desta frase: "todo o bem que eu faço para os outros, Deus fará por mim." Esta será, com certeza, a lição que eu aprendi em 2011 e que levarei para 2012. Em 2011 eu errei, acertei, sofri, fiz sofrer, chorei, sorri, aprendi. Com os meus erros espero ter crescido. Aproveito para pedir perdão por uma palavra não dita, ou dita de forma equivocada, por uma ação inconsequente, por um ato impensado. Aprendi o conceito de humildade com meus pais. Eles me ensinaram a aceitar que não saber tudo é normal, que pedir ajuda não é feio e que dar é muito melhor do que receber. Aos meus queridos visitantes, amigos, alunos, familiares, desejo o melhor que Deus pode nos oferecer: uma vida abençoada! Viva Jesus!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Educação de Surdos no NBlogs - Com Ronice Muller


 

Vídeo muito interessante sobre Educação de Surdos. Ronice Muller, Doutora em Linguística, explica de uma maneira bem simples a importância da Libras na vida do Surdo.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Pedagogo dar Aulas de Educação Física: será que pode?

      Começo este artigo com um questionamento: pode o professor Pedagogo ministrar aulas de Educação Física? Considerando que na Matriz Curricular dos Cursos de Pedagogia não tem esta disciplina, o que tem é Recreação de Jogos e para bom entendedor, não é a mesma coisa.  Considerando também que a Educação Física requer conhecimentos específicos do corpo humano (na Matriz Curricular tem a disciplina Anatomia, por exemplo), porque a atividade física mexe com todo o corpo, então, saber como o coração funciona, por exemplo, é uma necessidade. E considerando vários outros fatores, que a meu ver, são extremamente importantes para a formação do aluno, eu respondo a pergunta acima e não se assustem.
      Conforme a Resolução CNE/CEB n.07 14/12/2010 a resposta é SIM. Isso mesmo, o professor habilitado em Pedagogia (Educação Infantil e Anos Iniciais) pode sim ministrar aulas de Educação Física. 

Art. 31 Do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, os componentes curriculares Educação Física e Arte poderão estar a cargo do professor de referência da turma, aquele com o qual os alunos permanecem a maior parte do período escolar, ou de professores licenciados nos respectivos componentes.

      Há um tempo atrás, os professores das Séries Iniciais (precisa lembrar que é nomenclatura da época?) davam aula de tudo: Português, Matemática, Inglês, Latin, Geografia e tudo o mais. Era necessário ter apenas o Magistério (Ensino Médio). Bom, veio a LDB 9394/96 e disse que "todos os professores devem ter o nível superior". Que bom, sinal de crescimento. Porém, o Poder Público ainda não dá conta de formar tanta gente. Mas isso é outra discussão. 
      O que considero estranho nesta Resolução é o fato de não considerar as especificidades da Educação Física. Como um professor irá ministrar aulas de Educação Física sem a formação adequada para tal? Vejo isto como um retrocesso. E o mais interessante é que esta Resolução diz que a partir do 6º Ano é obrigatório que a Educação Física seja oferecida por um profissional habilitado na área. Isso demonstra o descaso com as crianças da Educação Infantil e Fundamental I. 

      Trabalhei durante 4 anos em uma Escola de Educação Infantil (atualmente estou de licença para o Mestrado) e vi bem a diferença entre uma professora de Educação Física e a professora regente da sala. Não é uma questão de melhor ou pior, o fato é que a professora de Educação Física, que estudou para isso, que conhece as especificidades físicas e motoras de uma criança, conduz a aula de forma adequada. A professora regente irá trabalhar a Recreação, conforme estudou na graduação, de forma também adequada. Então, por que vem esta Resolução e muda tudo isso? Faltam professores? Falta formação? Falta o que?  Não importa o que falta, a criança não pode pagar o preço pelo descaso. E nem os professores.  Este é o correto. Recreação não é Educação Física.
      Eu assinei a Petição em Defesa da Educação Física nas Escolas,    exigindo a mudança desta Resolução, completamente arbitrária. Se você também está inconformado com isso acesse o link e assine também. Se você ainda tem alguma dúvida, procure ler mais sobre o assunto, mas não deixe de refletir sobre isso. Nossa participação não pode ser a de meros espectadores, é preciso tomar partido.

Link da Petição Pública, acesse para ASSINAR:
 
Link da Resolução:
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=7246&Itemid=

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

LIBRAS 1 - Parte 3



Vídeo produzido pelo INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos.

Os 05 Parâmetros da Libras.

LIBRAS 1 - Parte 2



Vídeo produzido pelo INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos.
Gramática e Classificadores

LIBRAS 1 - Contexto Histórico e Gramática




Vídeo produzido pelo INES - Instituto Nacional de Educação dos Surdos. Apresenta os aspectos da Libras: contexto histórico, Legislação Brasileira, o que é Libras, configuração de mão e gramática. Para quem quer começar a entender um pouquinho desta Língua maravilhosa.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Meu Pedacinho do Céu - Sala de Recursos

        Costumo dizer que eu trabalho no "Pedacinho do Céu"! É verdade, trabalho sim! Já imaginou um emprego onde você se diverte, brinca, aprende, se emociona, cresce, se sente útil e amada o tempo todo? É assim o meu emprego. 
      Trabalho na Escola Estadual Tancredo Neves, em Porto Velho, no lindo Estado de Rondônia. Tenho que especificar Rondônia sim, pois tem gente que ainda confunde Rondônia com Roraima, rsrsrs.
      Bom, desde 2010 trabalho na Sala de Recursos Multifuncionais, realizando Atendimento Educacional Especializado - AEE, a alunos com Necessidades Educacionais Especiais. 
     Tenho 12 lindos e maravilhosos alunos, com as mais diversas deficiências. Minha Sala é linda, aconchegante, todo mundo quer ficar lá. Os outros alunos, curiosos,  passam pela porta e perguntam: "Tia Lene, o que a senhora faz aí dentro?". Depois de uma rápida explicação, alguns falam assim: "Tia Lene, a senhora pode me atender também, sou tão ruim em Matemática!!!". Olha que fofo!
       Meus alunos me surpreendem a cada dia. Todo dia tem um aprendizado novo, uma surpresa nova, mas o que mais me deixa feliz é ver o brilho nos olhinhos deles quando me veem chegar. Não tenho palavras para expressar o tanto que este trabalho me preenche, me enriquece, me fascina e me deixa completamente realizada. Meus alunos são a prova de que tudo neste mundo é possível. Imagine uma menina que não fala direito, tem dificuldades para se comunicar, apesar de ter 16 anos, a cabecinha ainda é de 3, tem limitação motora, com tudo isso, adora ir à escola, canta, dança, brinca, é feliz, carinhosa. O improvável se torna provável. 
        Ser professor é maravilhoso! Este trabalho é difícil sim, claro, porque, infelizmente, a nossa formação é precária. Não saímos da Universidade preparados para atender alunos especiais e a formação continuada é ineficiente, porque não atende a todos os professores. Como professora me sinto solitária muitas vezes, quando percebo que se eu não correr atrás de uma boa qualificação, quem vai perder sou eu, porque não é fácil ver um aluno na tua frente, com tantos comprometimentos e você não saber o que fazer com ele. 
       O responsável pela minha formação deveria ser o Poder Público, pois sou servidora pública. Todas as Leis apontam para isso. Mas não é isso que ocorre. 
      Desabafos à parte, com tudo isso, não deixo o "Meu Pedacinho do Céu" por nada, porque descobri que não sei mais fazer outra coisa. Nas férias abrirei uma página aqui no Blog só para as atividades que realizei com meus alunos, quem sabe ajuda outras pessoas, com algumas ideias bem bacanas. 

Momentos Mágicos!!
Obs.: Todos os alunos tem autorização por escrito dos pais para a divulgação destas fotos. Só omitirei os nomes por opção minha. 



Ela escolheu este livro e escolheu uma figura para desenhar.



Olha o capricho com que ela pinta!


Carinho é a palavra chave desta Sala.




Que coisa gostosa! Isso não tem preço!


O livro, cheio de passarinhos cor de rosa, a cor preferida dela, logo chamou sua atenção!

Olha a alegria dela quando lhe mostrei o livro "Passarinho Me-Ama"



Meus Super Herois!





sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Educação, Cultura e Diversidade na Amazônia - Mesa Redonda Semana Educa

Hoje pela manhã na Semana Educa Unir foi realizada a MESA REDONDA: EDUCAÇÃO, CULTURA E DIVERSIDADE NA AMAZÔNIA, com os Professores: Dr. Anselmo de Alencar Colares - UFOPA/PA, Dra. Nair F. Gurgel do Amaral - UNIR-PVH/RO e Dra. Maria do Socorro Pessoa - UNIR-VLH/RO. Tema bastante importante, os professores debateram sobre a diversidade cultural em seus diversos aspectos: linguístico, educacional, social, político e econômico. Um dos momentos marcantes para mim, em especial, foi a apresentação da Profª Nair Gurgel, pois a pesquisa de Pós-Doutorado dela foi realizada no Bairro Triângulo (lugar onde nasci e me criei), na Escola Franklin Roosevelt (lugar onde estudei da 1ª a 4ª série, nomenclatura da época) e na Escola Antônio Augusto Vasconcelos, localizada na Cachoeira do Teotônio (meu primeiro emprego como Supervisora). Eu já trabalhava no Teotônio na época da pesquisa e foi lá que conheci a Profª Nair. Falar das raízes da gente emociona. Parabéns à todos os professores pelo rico debate.